Pular para o conteúdo principal

Viva La vida

Por Caroline Trevisan

No mundo que vivemos hoje, os novos hábitos no mundo virtual, os negócios têm deixado a humanidade vazia por dentro sem apreciar momentos do presente e detalhes que passam rápido. Estamos vivendo em um tempo o qual não olhamos mais os filhos, os pais, a família, os amigos, entre outros.  A comunicação face to face é rara de acontecer atualmente, pois estamos a maior parte das vezes com a cabeça baixa e a atenção voltada aos aparelhos de celular, tablet ou notebook.
Já ouviram falar no ditado “Por fora bela viola, por dentro pão bolorento”? É o que acontece com uma pessoa que não está bem resolvida com suas metas e propósito de vida. Atualmente ouve-se muito falar em depressão e suicídio, tudo relacionado ao emocional da pessoa. Sem falar também na irritabilidade, falta de paciência um com os outros em diversas situações: em casa, no trânsito, no salão de beleza, na espera do elevador enfim, em tudo.
Ao analisar esses problemas corriqueiros de toda mulher, torna-se mais claro e fácil ajudá-las. Portanto, Sabrina Barros, Josiane Jesus e Ana Correia descobriram o vazio existente por falta de vivenciar a si mesma.
Em um workshop super incentivador no dia 23 de julho, essas poderosas impulsionarão as convidadas em todos os sentidos da vida: profissional, do lar, família, esposa, etc, para seguirem em frente e garantirem o sucesso pessoal de cada uma.
Maiores informações: 
13 98873-6768 Sabrina
13 997054454 Ana
13 991102188 Josiane

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Neste dia das crianças, resgate as brincadeiras antigas

Fernanda Valente
A minha infância foi rodeada de alegrias e as crianças podiam brincar livremente nas ruas. Hoje, isso já não é mais possível por causa do grande número de carros que transitam e também pela insegurança que rodeia a todos que moram na cidade. Creio que em cidades pequenas muitas brincadeiras antigas ainda estão vivas. Segue algumas brincadeiras inesquecíveis que valorizam a coordenação motora, estimulação, imaginação da criança e trabalhos em grupo, principalmente de socialização: Pega-pega, queimada, esconde-esconde, agacha-agacha, elefantinho colorido, estátua, amarelinha, elástico, passa-anel... No vídeo abaixo, um pouquinho da brincadeira passa anel apresentado no Programa Quintal da Cultura. 


Outra forma divertida eram as cirandas: A canoa virou, aí, eu entrei na roda, ciranda, cirandinha, peixe-vivo, entre outras canções que ensinam e colocam a criança em movimento.
Já que não podemos ter esse coletivo na rua em que moramos, é interessante que pedagogos e professores…

TDAH: uma forma diferente de ver o mundo

Fernanda Santiago
O TDAH é um transtorno que inclui dificuldade de atenção, hiperatividade e impulsividade. Em geral, os sintomas começam na infância e podem persistir na vida adulta. Por ser um transtorno com característica genética, não tem cura. Porém, antes de rotular qualquer TDAH são pessoas que possuem inteligência e habilidades como as outras.  Achei este vídeo abaixo muito interessante. É muito difícil impor um padrão para o TDAH. Para os educares, seria muito bom prestar atenção na maneira que eles tentam se comunicar. O menininho do vídeo mostra grande interesse pela música. Será que os pais e os educadores estão preparados para perceber as habilidades e o interesse dessas crianças? Vale a pena conferir! Além disso, também há tratamentos através de medicamentos e da psicoterapia. 

Renascer é aprender

Hoje mesmo com o céu nublado, o sol não está ofuscado.
Observo no jardim do meu quintal:
_ rosas vermelhas, lírios brancos, hortênsias e a coroa Imperial. 
Fico encantado pelo milagre da vida:
- benevolência divinal. 
Os pardais anunciam o amanhecer.
Este  espetáculo matinal indica que:
- em cada alvorecer há o renascer.
Que no teatro da vida, a verdadeira arte:
é a arte de saber viver.
Viver para aprender.

31/10/2011
Luiz Augusto da Silva

Obs: Shakespeare dizia, a vida é a única peça que não permite ensaios. Então, a arte da vida é viver! (Fernanda)