Pular para o conteúdo principal

Augusto Cury lança mais um livro: Gestão da Emoção

Vivemos num período de grande competição. Precisamos provar o tempo todo ao outro que somos capazes de concluir metas. Viramos máquinas e isso fez os nosso cérebros ficarem totalmente esgotados. Não estamos sabendo lidar com nossas emoções, um assunto aplicado em todos os tipos de coaching: desempenho profissional e pessoal, gestão de pessoas, gestão de carreira, inteligência financeira, otimização do tempo, construção de relacionamentos. Se não soubermos dominar as nossas emoções, nenhum desses treinamentos atingirá o resultado desejado
De acordo com o Augusto Cury “estamos esgotando a nossa mente ao ruminar perdas e mágoas, sofrer pelo futuro, preocupar-nos muito com a opinião das pessoas, ter a necessidade neurótica de mudar os outros e cobrar demais de nós e de quem está ao nosso redor. Ao agir assim, podemos ser ótimos para a empresa em que trabalhamos, mas nos tornamos carrascos de nosso cérebro e de nossa qualidade de vida”.
Neste livro, o psiquiatra e escritor Augusto Cury nos ajuda a identificar o mau uso da emoção e o gasto desnecessário de energia e apresenta inúmeras técnicas fundamentais para conquistar uma mente livre e emoção saudável que são necessárias para a saúde psíquica de pessoas de todas as idades. 

Gestão da Emoção
Autor: Augusto Cury
Benvirá, 2015, 1ª edição
R$ 21,90


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Amor de Cristo

Coroado com espinhos Açoitado sentiu dor Suportou a tudo isso Deu-nos lição de amor
Salvou a humanidade Por ela crucificado Derramou o próprio sangue Livrou-nos do pecado
Os seguidores de Cristo Vigilantes e em oração Aguardam confiantes A sua ressurreição
Criou-se a Nova Aliança Entre Deus e a humanidade Jesus sempre será louvado

Morada do tempo

O templo é a morada do Tempo O Tempo que dá tempo ao tempo Realiza seu plano no momento Diferente do planejamento do templo.
Com o Tempo tudo podemos. Basta que com fé esperemos E na sua Força acreditemos: Assim, a Graça alcançaremos.
Quem é o Templo? 
Quem é o Tempo?
Luiz Augusto da Silva - poeta - Olímpia -SP  04/12/2010
"O templo é o corpo O tempo é o estado de espírito"
(Fernanda Valente)


Documentário inédito registra o dia a dia das crianças A’uwê, seus jogos e brincadeiras que mantêm vivas as tradições Xavante

Com direção de Cristina Flória e Wagner Pinto, a produção estreia no dia 20/4, sexta-feira, às 20h O SescTV exibe o documentário inédito A’uté A’uwê Upitab: Ser Criança A’uwê (2017), que revela as brincadeiras de meninos e meninas indígenas, passadas de geração em geração, na aldeia Pimentel Barbosa, em Matinha - MT. Com direção de Cristina Flória e Wagner Pinto, a produção, que estreia no dia 20/4, sexta-feira, às 20h, ainda destaca a escola e a preservação da cultura por esses garotos e garotas (assista também em sesctv.org.br/aovivo). Na língua a’uwê, falada pelo povo Xavante, a’uté quer dizer criança e a’uwê uptabi - forma como eles se autodenominam - significa povo verdadeiro. Hoje, eles são aproximadamente 18 mil, distribuídos por mais de 200 aldeias, em nove territórios indígenas. Uma dessas aldeias é a Pimentel Barbosa, onde vivem cerca de 300 pessoas. Dentre elas está o cacique Suptó Xavante, que comenta sobre a importância de cuidar do meio ambiente, garantindo o cultivo de al…